Por Simone Becher

Nunca se falou tanto em Educação a Distância como nos últimos tempos. Por conta da pandemia Covid-19, os sistemas educacionais como um todo estão em um movimento intenso de remodelação e reestruturação para conseguir dar continuidade (ou início) à formação de milhões de pessoas nos mais diversos níveis de formação e/ou treinamento. Entretanto, mesmo que as instituições ofereçam os cursos mais bem estruturados e bem desenhados para o melhor aproveitamento dos estudantes, a aprendizagem só será de fato efetiva se o próprio estudante assumir uma postura de auto-responsabilidade e autonomia pela sua própria aprendizagem.

Neste sentido, é importante que, antes de se inscrever em um curso ou formação online, o estudante tenha clareza de que ele precisa estar atento para estas 3 atitudes:

  1. Ter clareza da estrutura e funcionamento do curso – Sem saber como o curso funciona, sobre os materiais e recursos disponíveis, sobre sistema de avaliação, ou sem saber o que é esperado do estudante e quais as atribuições específicas dos professores e tutores, é muito complicado se sentir integrado e confortável em qualquer curso. Portanto, explore e estude todos os documentos e materiais disponibilizados no curso pela instituição antes de sair fazendo as aulas e as atividades às cegas. Se você sentiu falta de alguma informação, entre em contato com o departamento ou pessoa responsável. Fazer isso poupa tempo e também evita frustrações e desinformação.
  2. Estabelecer um cronograma de estudos – Para ser um bom estudante e aproveitar da melhor forma possível seu curso a distância, você não precisa virar madrugadas estudando, basta estabelecer uma rotina de estudos diária. Na maioria das vezes, alguns minutos por dia para a revisão do conteúdo, ou para a realização de alguma etapa de uma tarefa é suficiente para manter o aproveitamento necessário no curso em que você está envolvido. “Diluir” o seu estudo e seu contato com os materiais e atividades ajuda a evitar o estresse e o famoso “burnout”, pois você consegue ter um controle maior sobre seu aproveitamento e sobre seu tempo enquanto estudante.
  3. Aprender a pesquisar antes de perguntar – É natural termos dúvidas enquanto estamos estudando, sejam dúvida sobre o conteúdo, sejam sobre alguma informação técnica ou sobre procedimentos das atividades do curso. Entretanto, o aluno deve, antes de perguntar para o professor (a) ou para o tutor (a), buscar no próprio Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) se existe alguma informação que possa esclarecer a sua dúvida. Se a resposta não está no próprio AVA, a segunda alternativa pode ser buscar no Google ou perguntar para algum colega (caso o curso tenha esse caráter mais colaborativo), antes de perguntar diretamente para os professores ou tutores. Ao fazer isso, você economiza o seu tempo (pois pode ser que o professor ou o tutor demore para responder), e também respeita o tempo da equipe que está trabalhando no curso e que atende demandas variadas de várias pessoas e setores ao mesmo tempo.

Certamente existem outras boas práticas e dicas para estudantes de cursos EaD que podem ajudar você a aproveitar melhor esta experiência de aprendizagem e de formação, entretanto, hoje trouxemos essas 3 atitudes que são mais introdutórias e básicas para você iniciar o seu curso com o “pé direito”!

Você tem alguma dica que pode ajudar os estudantes de EaD a aproveitar melhor o seu curso? Conte para nós nos comentários! 😉